Carcinoma Epidermoide

Representa 20% dos cânceres de pele, também conhecidos como Carcinomas Espinocelulares. É o segundo mais frequente e tem origem na camada mais superficial da epiderme. Pode se desenvolver em todas as partes do corpo, sendo mais comum nos locais expostos com frequência ao sol. Apesar de não ser fatal, tende a deixar sequelas estéticas.

 

  • Os carcinomas espinocelulares são mais propensos a crescerem nas camadas mais profundas da pele e a se disseminarem para outros órgãos do que os cânceres basocelulares, embora isso ainda seja raro.

Carcinoma Basocelular

O carcinoma basocelular (CBC) é o tipo mais frequente de câncer de pele: anualmente, afeta aproximadamente um milhão de habitantes dos Estados Unidos. 

É o mais comum entre todos os tipos de câncer.

Pelo menos um em cada três cânceres novos é câncer de pele, e a maioria é Carcinoma Basocelular. Ele surge nas células basais, que estão na camada mais profunda da epiderme, apesar de ter letalidade baixa.

Ele pode aparecer em qualquer área, mas costuma surgir, na maioria das vezes, no rosto, no lóbulo da orelha e no nariz;

Melanoma

Tipos de Câncer

É a forma mais agressiva, tem origem nos melanócitos, células produtoras de melanina, que dão cor à pele.

 

4% dos diagnósticos de câncer de pele são desse tipo, que é considerado o mais grave dos três.

 

A probabilidade de metástase neste caso é maior, podendo o câncer atingir outros órgãos e ossos. O melanoma pode crescer a partir de alguma verruga ou marca de nascença, mas esse fenômeno é raro. Normalmente, ele aparece sem que haja qualquer marca prévia na pele.

 

Em homens, ele é frequente na parte superior das costas e, em mulheres, nas pernas. Quanto aos fatores de risco, além da exposição ao sol, o melanoma está também relacionado ao histórico familiar.

 

A boa notícia é que, se detectado precocemente, ele pode ser curado. 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now